CRIME AMBIENTAL: Caçamba da coleta de lixo é lavada diariamente em rio de Mirinzal

Um verdadeiro crime. Assim pode ser considerada a atitude do Setor de Transportes da Prefeitura de Mirinzal que, segundo informações concedidas ao Mirinzalense, diariamente lava a caçamba que faz a coleta de lixo, dentro do rio da Edvirgens, conhecido por muitos também como Aconchego.

c4b70d82-42db-42d7-8cfe-6c28500b6a90.jpg

A ação criminosa (foto) foi registrada por um cidadão de Mirinzal que por várias vezes informou ao Blog sobre a situação crítica e desrespeitosa. Logo, o mesmo enviou a foto para nossa equipe, e constatamos que o crime ambiental está realmente acontecendo.

A caçamba têm sido lavada no rio, segundo a fonte informou ao nosso site, deixando na água os objecteis e resíduos que as sacolas e baldes de lixo deixam dentro, sem se falar nas bactérias acumuladas. Abaixo uma foto que mostra a mesma caçamba sendo usada quando os trabalhadores faziam limpeza no município.

6dac90e0-9559-47b5-bc4c-3cf1d7e4d2dd.jpg

Uma verdadeira falta de respeito! Esse rio que já fora um dos principais cartões postais de Mirinzal, além de estar passando por péssimos momentos (é possível notar que está bem abaixo do que sempre foi), ainda conta com a ação de irresponsáveis que o tratam como o que carregam: lixo.

É desrespeito também com os moradores da área que fazem uso da água para lavar roupas, com os banhistas desse rio e dos que vêm após ele, como o Maria Baiana, no bairro do Santo Antônio.

Onde está o Secretário de Meio Ambiente, o Cerô, pra ver essa situação? Não bastasse querer tomar posse da ação popular na limpeza do campo Almeidão, também faz vista grossa com tamanho crime ambiental acontecendo dessa forma?

Isso é que dá, gestão municipal política e não técnica!

Robert Willian Valporto

Robert Willian Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo; em Gestão Pública; pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação; MBA em Gestão Pública; Mestrando em Comunicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *