Com dinheiro em caixa, Jadilson já poderia ter pago até quatro folhas; entenda!

Dinheiro não está faltando! Essa é a certeza que temos depois de estudos realizados pelo titular do blog diante da análise do Demonstrativo de Arrecadação Federal (DAF). O município aparece com um saldo positivo considerável com a arrecadação apenas dos primeiros 30 dias do ano.

O demonstrativo apresenta dados positivos para o município, o que por hora comprova que não tenha ficado com nenhuma sorte de débito da anterior gestão que impossibilitasse que o prefeito Jadilson pagasse os servidores no último dia útil de janeiro.

Vale ressaltar ainda que a data proposta do pagamento da Prefeitura de Mirinzal, ser realizado apenas no dia 10 de fevereiro, está diretamente ligado a mais recursos da arrecadação serem depositados em conta até esse período.

Mas, na análise feita pelo blog percebemos que o saldo positivo, ressaltamos, apenas dos 30 primeiros dias do ano é de R$ 1.701.527,13 (um milhão, setecentos e um mil, quinhetos e vinte e sete reais e treze centavos), somando todos os saldos das variadas arrecadações. Vale lembrar que em janeiro não há pagamento ainda dos professores contratados, pois, começam a partir do mês de fevereiro.

A pergunta que não quer calar é: pra que tanto dinheiro se, com o que há em caixa, é possível realizar o pagamento da folha salarial e ainda sobra dinheiro? Eis a dúvida!

Veja abaixo a tabela resumida que apresenta o valor arrecadado de 1-30 de janeiro de 2017. Estão destacados com a marca vermelha o saldo positivo de cada uma das arredações e, no final, apresenta-se o total em caixa da Prefeitura de Mirinzal.

arrecadacao

Robert Willian Valporto

Robert Willian Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo; em Gestão Pública; pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação; MBA em Gestão Pública; Mestrando em Comunicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *