Thiago Bardal é condenado e perde cargo de Delegado da PC-MA

O ex-chefe da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) Thiago Mattos Bardal, teve sua sentença assinada pelo juiz Francisco Ferreira de Lima da 3ª Vara Criminal de São Luís, a dois anos de reclusão e três meses de detenção, além de ser exonerado do cargo de Delegado de Polícia Civil do Maranhão.

Thiago Bardal responderá pelos crimes de apropriação indevida e prevaricação. A sua pena foi convertida de privativa de liberdade para restritiva de direitos Ou seja, ao invés dele perder o direito de ir e vir em estabelecimento prisional, ele sofrerá limitações em alguns de seus direitos como forma de cumprir a sua pena.

Em 2018, Bardal foi preso por envolvimento com uma quadrilha de contrabandistas em São Luís, além do sumiço de uma carga de cigarros em 2016 no município de Viana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *