Bolsonaro autoriza em decreto que igrejas funcionem na quarentena

Nesta quinta-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro, editou decreto e incluiu igrejas no setor de serviços essenciais, autorizando o funcionamento em período de calamidade pública no país.

Segundo o Ministério da Saúde, as atividades religiosas devem ser suspensas durante a pandemia, para evitar aglomerações e diminuir o foco de transmissão do novo coronavírus (covid-19). 

“A igreja pode ficar aberta para as pessoas rezarem. A nossa recomendação é que não se façam nem missas, nem cultos, para que não haja aglomeração de pessoas”, afirma João Gabbardo, secretário-executivo do Ministério da Saúde. 

De forma voluntária, várias igrejas suspederam a atividade presencial. Após recomendação ministerial, em várias cidades do Brasil, os Governadores haviam determinado o fechamento de locais de atividades religiosas na quarentena.

O novo decreto publicado no Diário Oficial da União, também inclui loterias como serviços essenciais, áreas do setor financeiro e produtivo. Por se tratar de um decreto, a determinação já está em vigor e não precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional.

Link para acessar o decreto:

http://www.in.gov.br/web/dou/-/decreto-n-10.292-de-25-de-marco-de-2020-249807965

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *