Centro de testagem contra o novo coronavírus é inaugurado na capital

Um centro de testagem do novo coronavírus (COVID-19), foi inaugurado na manhã desta segunda-feira (16), segundo informou o secretário de Saúde do Estado, Carlos Lula, na Policlínica Diamante, localizada na Rua João Luís, Bairro Diamante, em São Luís.

O Centro já está funcionando para exames laboratoriais de pessoas que apresentem sintomas do coronavírus (similares aos da gripe e do resfriado) e tenham viajado para áreas de risco ou mantido contato com pessoa com diagnóstico confirmado.

Além disso foram ampliados os números de leitos de enfermaria e UTI no Hospital Carlos Macieira na Capital. Os testes também estão sendo feitos normalmente em outras unidades de saúde. 

A partir desta segunda-feira, o hospital vai ter uma nova ala inteira, só com leitos de UTI esperando pacientes de coronavírus, afirma Carlos Lula, secretário de Saúde do Estado (SES), em entrevista para a Rádio Mirante AM, na última sexta-feira (13). 

O objetivo do centro é fazer com que as UPAs não fiquem superlotadas e evitar com que outros pacientes se contamine. O resultado do teste feito no local deverá sair em até 48h. Se houver caso confirmado de Covid-19, o paciente será isolado e terá os cuidados necessários. 

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o número de suspeitos do novo vírus subiu para 14 casos, mas não há nenhum confirmado até o momento. Os casos registrados foram 15 em São Luís, um em Imperatriz e um em Caixas, e conforme o protocolo os suspeitos foram colocados em isolamento domiciliar. 

O secretário da SES, Carlos Lula, declarou hoje, durante entrevista para a TV Mirante, que o sistema local está se preparando para atender até 3 mil casos de infecção por coronavírus ao mesmo tempo. Segundo ele, esse seria um cenário catastrófico, que, espera-se, não ocorra no estado.

O Brasil está se mobilizando para evitar que o vírus se propague, sendo assim foram suspensas as aulas de escolas e faculdades pública e privadas, os shows estão sendo adiados e/ou cancelados, e o número de trabalhadores está diminuindo, intercalando-os para evitar aglomerações e que as pessoas se contaminem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *