Lockdown é prorrogado em Vitorino Freire e Timon proíbe comércio não essencial em decorrência da Covid-19

A prefeitura de Vitorino Freire, a cerca de 320 km de São Luís, decidiu prorrogar o ‘lockdown’ (bloqueio total), o período que duraria até o dia 1° de julho foi prorrogado até o dia 5 de julho. Atualmente, o município possui 818 casos de Covid-19 e 10 mortes confirmadas.

A prefeitura afirma que a medida foi tomada diante do aumento do número de casos confirmados para Covid-19 nos últimos dias.

Por decreto municipal, podem funcionar em Vitorino Freire apenas serviços considerados essenciais (farmácias e supermercados). As empresas desse setor precisam usar uma Autorização de Circulação para que os trabalhadores possam transitar pelas ruas. Serviços não essenciais funcionarão somente por delivery.

No município de Timon, a prefeitura também tomou medidas com base nos riscos de crescimento da doença. Até o dia 5 de julho, apenas atividades essenciais poderão funcionar.

“O Maranhão é o quinto estado com mais casos da doença no país. O atual cenário da pandemia no Estado, sobretudo, em Timon, vem causando muita preocupação, devido à perspectiva de que o epicentro do novo coronavírus está se formando nesta região Leste, havendo uma visível interiorização dos casos graves da doença”, afirmou a prefeitura.

Dados do último boletim epidemiológico apontam que Timon registrou 2.025 casos confirmados de Covid-19 e mais duas mortes em 24 horas, totalizando 64 óbitos pela doença.

Nos dias 02 e 03 de julho terão autorização para funcionar em Timon: Mercados, supermercados, hipermercados e congêneres, padarias, borracharias, serviços bancários exclusivamente para pagamento de auxílio emergencial e benefícios sociais e autoatendimento, casas lotéricas, oficinas, para serviços de manutenção e conserto de veículos, farmácias e drogarias, serviços de saúde, postos de combustíveis, serviços de delivery, serviços de segurança e vigilância, transporte de cargas, profissionais de comunicação, comércio de materiais de construção.

Já nos dias 4 e 5 de julho funcionam apenas: Farmácias e drogarias, serviços de saúde, serviços de segurança e vigilância, serviços de delivery exclusivamente para alimentação, órgãos e profissionais de comunicação.

Fonte: G1-MA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *