Ministro do STF determina bloqueio do Telegram

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira (18), a suspensão do funcionamento do aplicativo de troca de mensagens Telegram, no Brasil.

A ordem atende a um pedido da Polícia Federal, devido à falta de cooperação da empresa em investigações, além do descumprimento de ordens judiciais anteriormente dirigidas ao aplicativo. Em uma determinação anterior, o ministro solicitou o bloqueio de perfis acusados de disseminadores de fake news e de milícia digital. Mesmo com o bloqueio dos perfis, a empresa se recusou a ceder seus dados cadastrais e bloquear o repasse de recursos dificultando assim, as investigações.

Entre os perfis bloqueados, estão o do blogueiro Alan Santos, um dos principais aliados da família Bolsonaro. O mesmo se encontra atualmente foragido após ter sido expedido um mandato de prisão pelo STF, o qual responde em dois inquéritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.