Alerta! Pacientes com sintomas gripais lotam unidades de saúde no Maranhão

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Maranhão, estão lotadas de pacientes com Síndrome Gripal. Os casos vem crescendo devido a grande variação do clima nesse período do ano, úmido e chuvoso que favorece a sobrevivência do vírus, atingindo principalmente crianças e idosos.

A virose provoca, diminuição da resistência das vias respiratórias, deixando a pessoa infectada mais suscetível à entrada do vírus e sujeita a novas infecções. Com isso, a demanda pelos serviços dos hospitais cresce, em muitos casos, provocando a demora de mais de 2h no atendimento e superlotação.

Em entrevista, a enfermeira Jocinaura Cunha Nery, que trabalha na UBS Rosinha Moreira, em Bacuri (MA), fez algumas recomendações em relação aos cuidados que devem ser tomados par evitar a contaminação e proliferação do vírus.

“É necessário tomar cuidados para evitar a contaminação pelo vírus; usar a máscara de proteção, tomar bastante liquido e consumir alimentos ricos em vitaminas C, ajuda na hidratação e aumenta a imunidade, sempre evite locais com aglomerações de pessoas. Principalmente os idosos, crianças e pessoas portadoras de doenças crônicas, tomem a vacina contra a gripe. Quando estiver apresentando sintomas como, coriza, tosse seca e produtiva, febre, inflamação na garganta, fadiga, fraqueza, dor no corpo e cabeça, fique em alerta. Se os sintomas o impedir de desenvolver suas atividades, procurem imediatamente o unidade de saúde mais próxima, pois, o estado pode se agravar se não cuidado, levando a casos de pneumonia e até a óbito”, explica o enfermeiro.

O fim do isolamento social, a flexibilização no uso de máscara e a aglomeração de pessoas em locais fechados para se abrigarem das chuvas, são outros fatores contribuintes para o aumento dos casos. Embora a incidência de casos esteja alta, por enquanto, os pacientes que apresentam os sintomas se restringem ao primeiro atendimento, em nível ambulatorial.

Também, nesse período, os número de casos de dengue preocupam, muitos pacientes chegam as unidades apresentando sintomas bem semelhantes ao da gripe, só que mais intenso, principalmente no começo.

Pra prevenir as infecções pelo virose da gripe, todo ano as Secretarias Estaduais de Saúde e o Ministério da Saúde, promovem Campanhas de Vacinação contra Influenza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.