Polícia realiza mandatos de busca e apreensão contra Gabriel Monteiro por vídeo íntimo com adolescente

A Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ), cumpre mandatos de busca e apreensão contra o vereador, ex-policial militar e youtuber Gabriel Monteiro, nesta quinta-feira (07). O parlamentar é investigado pelo vazamento de um vídeo íntimo, onde aparece fazendo sexo com uma adolescente de 15 anos. Ele afirma não saber que a jovem era menor de idade e acusa seus ex-funcionários de vazarem a gravação.

A polícia realiza buscas na sua casa, em um condomínio de luxo, localizado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, no seu gabinete na Câmara de Vereadores do Rio e em outros nove endereços ligados ao parlamentar, onde foram apreendidos documentos, HDs, além de uma espeta e pistolas. O material será periciado e a polícia espera recuperar até arquivos que possivelmente foram apagados.

Não há mandato de prisão contra o vereador, mas, por volta das 8h30, foi convidado a se dirigir a 42ª Delegacia de Polícia (Recreio dos Bandeirante) para prestar esclarecimentos. Outros nove endereços ligados a ele são alvos de busca de acordo com a corporação.

Os vereadores da Câmara do rio que integram o Conselho de Ética, decidiram por unanimidade, na última terça-feira (05), abrir uma representação disciplinar contra o Gabriel Monteiro, que terá direito de se defender na Câmara. Ele pode perder o mandato por conta do vazamento e acusações de assédio moral e sexual, agressões, violação de direitos de uma criança e uso indevido de servidores.

O parlamentar poderá responder por, distribuir material pornográfico envolvendo menores (Artigo 241-A do Estatuto da Criança e do Adolescente), com pena de 4 a 8 anos de prisão mais multa.

Outras seis pessoas, entre assessores e ex-funcionários são alvos da operação expedida pelo Plantão Judiciário. Além da denuncia sobre o vazamento do vídeo íntimo, estão sendo apurados caso de estupros por quatro mulheres com quem teve um relacionamento que começou consensual e acabou em abuso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.