Maranhão tem a maior taxa de trabalho infantil do Nordeste

O Maranhão tem a maior taxa de trabalho infantil da região Nordeste (8,8%), a quarta maior do Brasil. Os dados são do levantamento do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI). Segundo o órgão, essa é uma das piores formas de exploração da criança e do adolescente, porque rouba a infância e escraviza.

“O trabalho infantil doméstico atinge principalmente meninas. Mais de 90% dos casos no gênero feminino. Além disso, meninas pobres, em sua maioria da cor negra, o que demonstra que ele escolhe a pobreza. Utilizam a desculpa de dar uma oportunidade de estudo, normalmente na capital ou em uma cidade maior, trazendo essas crianças do interior do Estado, de comunidades muito pobres, as vezes isoladas e a pretexto desta oportunidade submetem elas a essas condições inadequadas de trabalho”, disse o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho do Maranhão, Luciano Aragão Santos.

O Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA) deu início, em São Luís, à campanha ‘Todos Juntos Contra o Trabalho Infantil Doméstico’, visando discutir e alertar a população sobre os problemas relacionados ao trabalho de crianças e adolescentes em todo o estado. Uma das metas da campanha é erradicar o trabalho infantil no Maranhão até 2025.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.