Caso Alanna: Mãe vira suspeita e justiça decreta prisão de padrasto

O cerco parece estar se fechando para o trágico desfecho do sumiço da jovem Alanna Ludmila, de 10 anos, que estava sumida desde da última quarta-feira (01) e foi encontrada morta enterrada num terreno nas proximidades de sua casa.

mãe de alanna
Polícia suspeita da mãe de Alanna. (Foto: Reprodução)

Segundo fontes policiais, há uma desconfiança quanto à veracidade do depoimento da mãe. Ela afirmou que “precisou sair para uma entrevista de emprego às 9h e retornou pra casa apenas às 15h, e já não encontrou a filha”.

Entretanto, fontes revelaram ao Portal AtéHoje que câmeras de segurança flagraram a mãe com Alanna passando por uma rua por volta das 12h30min daquele dia.

Outro fator que está chamando atenção da polícia é o fato de que a mãe não sabe informar o local onde estava sendo entrevistada para conseguir emprego.

O padrasto

IMG_6350
Padrasto está foragido. (Foto: Reprodução)

Informações falsa estão circulando nas rede sociais de que o padrasto da vítima, Robert Serejo Oliveira, teria cometido suicídio assim que soube que o corpo foi encontrado. Na verdade, ele está sendo considerado foragido, pela justiça, que já decretou a prisão dele.

R. S. Oliveira estava separado há duas semanas da mãe de Alanna Ludmila, e após prestar depoimento e ser liberado ele sumiu. Segundo informações, ele teria viajado para a baixada após conseguir um dinheiro emprestado.

Robert Willian Valporto

Robert Willian Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo; em Gestão Pública; pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação; MBA em Gestão Pública; Mestrando em Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *