Caso Alanna: padrasto é preso tentando fugir de São Luís

O padrasto da criança Alanna Ludmilla, Roberth Oliveira,  que foi encontrada morta e enterrada em um terreno nas proximidades de sua casa, no Maiobão, foi preso agora pouco pela Polícia Militar. Ele estaria dentro de uma van, quando um policial que estava no veículo a paisano o reconheceu.

Aos gritos, populares tentaram jogar vários objetos contra ele sobre os gritos de “assassino”. Roberth ainda é o principal suspeito de ter matado Alanna.

O caso

Alanna Ludmila, de 10 anos, estava sumida desde da última quarta-feira (01) e foi encontrada morta enterrada num terreno nas proximidades de sua casa ontem (03).

R. S. Oliveira estava separado há duas semanas da mãe de Alanna Ludmila, e após prestar depoimento e ser liberado ele sumiu. Segundo informações, ele teria viajado para a baixada após conseguir um dinheiro emprestado.

Aguardem novas informações.

 

Robert Willian Valporto

Robert W. Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo e em Gestão Pública; pós-graduado em Gestão Pública; e pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *