Mirinzal: diretor de escola recolhe celulares de estudantes e recusa devolver aos pais

Um caso do tempo da velha guarda foi registrado na cidade de Mirinzal ontem (28). O diretor da UEB Duque de Caxias, identificado como William Ferreira, recentemente nomeado pelo prefeito Jadilson, recolheu uma série de celulares de estudantes e se recusou a devolver aos pais, quando procurado.

O fato teria acontecido enquanto os estudantes fotografavam algumas apresentações escolares e o gestor da Unidade de Ensino teria flagrado os estudantes e recolhido seus dispositivos móveis, informando que só devolveria se fosse a seus responsáveis.

Só que não foi o que ele fez!

“Meu marido foi com minha filha lá à tarde para receber o celular e o diretor disse que não devolveria celular nenhum. Se quisesse, que fossem receber só na próxima segunda-feira (02), e não devolveu. Eu acho isso muito errado porque, mesmo que eu concorde que ele devesse recolher por usarem na sala de aula, ele deveria também devolver ao responsável e não agir como um ditador”, disse Inailze Santos, mãe de uma estudante nessa situação.

Inailze disse que entrou em contato com a secretária municipal da Educação, Concita Cuba, para reclamar do problema, mas ela não respondeu aos contatos. “Eu votei no prefeito mas fiquei tão chateada com essa situação autoritária que tive que procurar o blog para contar”, completou.

Crime

Nos termos jurídicos, a postura do gestor escolar é considerada criminosa. Segundo o artigo 168 do Código Penal, o atitude é considerada Apropriação indébita que consiste no apoderamento de coisa alheia móvel, sem o consentimento do proprietário. O criminoso recebe o bem por empréstimo ou em confiança, e passa a agir como se fosse o dono.

O crime pode ser confundido com o crime de furto, mas a principal diferença é que no furto, a intenção de apropriação da coisa é anterior à sua obtenção, na apropriação indébita, o agente tem acesso ao bem de forma legal, mas depois que recebe o bem, resolve apoderar-se do mesmo ilicitamente, ou seja, a pessoa deixa de entregar ou devolver ao seu legítimo dono.

Anúncios

Robert Willian Valporto

Robert Willian Valporto, editor-chefe do Portal AtéHoje, é pós-graduado em Gestão Pública; pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação; e Graduando em Comunicação Social - Jornalismo.

2 comentários em “Mirinzal: diretor de escola recolhe celulares de estudantes e recusa devolver aos pais

  • 29 de Março de 2018 em 21:54
    Permalink

    Não concordo com a parte de não devolver aos pais. Também não concordo de alunos estarem com celular em sala de aula, faz com que eles não dêem atenção aos estudos e se for para não assistir as aulas e ficar olhando celular, melhor seria ficar em casa olhando apenas o celular sem ocupar uma vaga que poderia está sendo melhor aproveitada por outro aluno. Em vez de estarmos nós revoltando, melhor seria ter uma reunião e buscar uma solução para esse impasse, já que na sala de aula é lugar para estudar, e prestar atenção no que o professor Fala. Grande parte dos jovens estão se perdendo hoje em dia por causa dessas coisas e por contarem com total apoio dos pais quando agem de forma errada. Querem levar celular, deixem na diretoria e peguem na hora do recreio. Então em vez do blog estar , porque não faz sua reportagem em torno da omissão dos pais junto às escolas, deixando-os muitas vezes com total liberdade para fazerem o que quiserem em sala de aula, inclusive desrespeitar os professores, sem que estes possam fazer nada, pois ainda pode ser considerado retaliação e assim passível de punição? Porque não buscar mostrar que apesar desse parte autoritária de não querer devolver aos pais os celulares, ainda sim ele estava buscando que os alunos prestassem mais atenção a aula que em Facebook, Instagram e WhatsApp?
    Infelizmente a inversão de valores começa assim é sempre é propaganda pela mídia, isso em âmbito nacional

    Resposta
  • 1 de Abril de 2018 em 00:42
    Permalink

    Muito bom saber que o editor pode colocar o que quiser, mas não publica os comentários relacionados ao post

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: