Denúncia! Hospital de Cedral está sem ambulância, alimentação, remédios e descanso digno para funcionários

Sem condições de funcionamento em uma cidade onde o prefeito (foto) quer ser governador.

Assim está sendo considerada a situação do hospital Nossa Senhora da Assunção, em Cedral-MA. Não bastasse a situação crítica daquela unidade hospitalar, que será descrita a seguir, os servidores estão sendo ameaçados pelo prefeito de que, caso denunciem a crise que enfrenta a saúde daquela cidade, serão penalizados.

Para começar, nunca voltou para funcionar no hospital uma ambulância que saiu daquele município, segundo os administradores da Saúde, para uma manutenção. O Portal AtéHoje denunciou o sumiço desse veículo (relembre aqui), que não retornou, adivinhem, até hoje.

Cedral - Saúde
Ambulância da cidade sumiu (Imagem: Divulgação)

As novas denúncias dão conta de um total sucateamento no hospital da cidade. Segundo alguns servidores, o funcionamento daquele centro hospitalar está sendo completamente amador. Não existem remédios (conforme as imagens abaixo) para os pacientes serem tratados naquela cidade.

“Os médicos plantonistas reclamam que ficam de mãos atadas sem saber o que passar para os pacientes, já que não tem nada de remédios para receitar para cura das enfermidades dos que procuram o hospital”, contou uma fonte no município.

“Ultimamente falta tudo naquele hospital. Não tem comida, não tem café, leite, biscoito… até papel higiênico falta ali dentro. Isso sem se falar dos alimentos para os funcionários, que muitos precisam ir comer em casa por falta no hospital porque eles não colocam”, disse uma fonte que trabalha no hospital.

Escravizando os funcionários do hospital, o prefeito Jadson Passinho, que quer ser governador do Maranhão, tirou até o descanso dos funcionários que trabalham no período noturno. Isso foi ainda mais além..

Aqueles que quiserem descansar, precisam ficar apenas em uma cadeira (foto abaixo). Se não quiserem, os funcionários que trabalham por muito tempo precisam deitar no chão para descansarem do trabalho prestado.

WhatsApp Image 2018-04-08 at 19.59.00 (1)
Único local que os funcionários do hospital de Cedral-MA dispõem para descanso (Foto: Divulgação)

“Isso é degradante, desnecessário e humilhante”, contou uma fonte ao Portal AtéHoje.

Em uma reunião com os servidores, o prefeito disse que já dão comida, que não deveriam dar. Disse ainda que se os profissionais quisessem descansar que procurassem um hotel para fazer isso, não no hospital.

“O cara vai pro hospital pra dormir? Ah, me poupe”, disse Jadson Passinho aos servidores da saúde daquele município sem levar em consideração o desgaste dos funcionários do hospital, justificando a retirada dos móveis de descanso dos funcionários.

Naquela reunião o prefeito ainda ameaçou os que se opusessem a ele. Mas isso é assunto pra outra matéria…

Anúncios

Robert Willian Valporto

Robert Willian Valporto, editor-chefe do Portal AtéHoje, é pós-graduado em Gestão Pública; pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação; e Graduando em Comunicação Social - Jornalismo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: