Professores e estudantes protestam contra abuso sexual, em Mirinzal

Professores e estudantes da rede pública municipal de educação de Mirinzal fizeram hoje (15) um ato contra o abuso e exploração sexual de crianças e incentivando que as famílias denunciem esses casos.

O ato contou com presença de muitas crianças, além dos professores e pais que apoiaram a caminhada pelas ruas da cidade com as faixas que se posicionavam contrárias às atitudes de violência sexual contra crianças e adolescentes.

“Vamos dá as mãos e dizer não ao abuso contra nossas crianças e adolescentes,vamos dá um basta nessas ações de seres que não podem está na sociedade”, disse uma das participantes por meio das redes sociais.

A cidade viveu uma série de casos de acusação de pedofilia nos últimos tempos, ainda não esclarecidos pela polícia e que correm em segredo de investigação. Contra esses crimes foi realizada essa ação.

A Prefeitura de Mirinzal apoiou o ato por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, que tem como principal papel auxiliar as famílias que passam por esse problema, por meio de parcerias com instituições como o conselho tutelar.

As pessoas que sabem de crimes como esses podem fazer uma denúncia anônima lingando no 100, ou a algum membro do Conselho Tutelar da cidade, que ficará encarregado de encaminhar as investigações pelos meios cabíveis.

Robert Willian Valporto

Robert W. Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo e em Gestão Pública; pós-graduado em Gestão Pública; e pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *