Professora da UFMA agride estudante de medicina que protestava contra falta de professores

Estudantes do curso de Medicina da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) , campus Pinheiro, protestaram na manhã dessa quinta-feira (27), em São Luís, contra a constante falta de professores no seu respectivo campus. Uma professora que chegou até o local, junto com seu marido, agrediu fisicamente um dos estudantes.

A professora chegou e os estudantes estavam pacificamente se manifestando na porta da UFMA de São Luís. Tentando furar o bloqueio que eles faziam, a professora ainda não identificada, junto a seu marido partiram pra cima dos estudantes, agredindo verbal e fisicamente, principalmente, o estudante Luís Carlos.

Desde 2014, os estudantes cobram melhorias estruturais no curso e por professores e livros. As aulas eram pra ter iniciado há mais de um mês, em atraso. Acontece também que houve uma mudança no PPC, o plano de curso, que a UFMA aceitou no período passado, mas apenas os campis de Imperatriz e Pinheiro mudaram” disse uma das manifestantes.

“Agora, essas medidas não bateram com as equivalências necessárias de um período, o que provavelmente fará com que os alunos repitam o período”, explicou uma das estudantes que estava na manifestação.

Robert Willian Valporto

Robert W. Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo e em Gestão Pública; pós-graduado em Gestão Pública; e pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação.

Um comentário em “Professora da UFMA agride estudante de medicina que protestava contra falta de professores

  • maio 25, 2017 em 11:37 am
    Permalink

    Nossa, sem comentários pra essas pessoas cujas ações prejudicam o cotidiano de outras.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *