Éverton Ribeiro estreia no domingo, pelo Flamengo

O meia Éverton Ribeiro está no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF, mas ainda não pode estrear pelo Flamengo nesta quinta-feira, contra a Chapecoense, às 21h (de Brasília), na Ilha do Urubu. O nome do jogador apareceu apenas nesta manhã no sistema. Para que pudesse entrar em campo pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, o armador precisava ter sido regularizado até as 19h de quarta.

Éverton Ribeiro em ação durante jogo-treino com o Barra da Tijuca (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Flamengo dependia do recebimento do Certificado de Transferência Internacional (ITC) para poder enviar o nome de Éverton Ribeiro ao BID. A federação do futebol árabe, porém, atrasou o envio e adiou a estreia para domingo, quando o Flamengo encara o Bahia.

Éverton Ribeiro chegou ao Flamengo no dia 6 de junho e, desde então, tem treinado no Ninho do Urubu. Antes de voltar ao Brasil, o meia estava no fim da temporada pelo Al Ahli, dos Emirados Árabes, e teria férias, mas emendou com o início dos treinamentos pelo Rubro-Negro e abriu mão do descanso.

O primeiro teste de Éverton Ribeiro foi na última segunda-feira. O meia participou do jogo-treino contra o Barra da Tijuca, no Ninho do Urubu. Ele jogou por 46 minutos, participou de um dos gols da goleada por 5 a 1 e foi muito acionado pelos companheiros.

Geuvânio, contratado nesta semana e apresentado na última quarta-feira, deve aparecer no BID somente depois do jogo de domingo.

O Flamengo, em nota, comunicou na última quarta a ausência de Éverton Ribeiro diante da Chapecoense e explicou como foi feito o processo para inscrever os atletas no BID:

“Na abertura da janela de transferências internacionais, o Clube de Regatas do Flamengo solicitou as inscrições do atletas Rhodolfo e Everton Ribeiro. Prontamente a Federação Turca enviou o Certificado de Transferência Internacional (ITC) à CBF, que fez o registro do atleta no BID. Ao mesmo tempo, foi feita a solicitação à Federação dos Emirados Árabes, mas a entidade não enviou o ITC dentro do prazo para que o jogador Everton Ribeiro tivesse condições de jogo para a partida contra a Chapecoense. Vale ressaltar que, além da grande diferença de fuso horário, o país está em período de Ramadã, o que também colaborou para o atraso do processo.”

Robert Willian Valporto

Robert W. Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo e em Gestão Pública; pós-graduado em Gestão Pública; e pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *