Com gestão em crise, Jadilson parte pro ataque

Com um período de crise na gestão e lidando com processos na justiça eleitoral que já culminaram em sua cassação e inelegibilidade, o prefeito interino de Mirinzal se vê, como dizem popularmente, num “mato sem cachorro”, e partiu para os ataques nas redes sociais.

b1c8b6f7-577e-416a-af45-837b460d59c0

Desmentido por uma mirinzalense diante de uma nota emitida onde afirma que tudo está avançando em Mirinzal, Jadilson responde com arrogância à cidadã alegando que e categoriza como “difícil de acreditar” até a dor de cabeça dela e a denúncia de falta de remédios no hospital da cidade.

Depois de virar polêmica o comentário feito, o prefeito apagou o comentário. Vale lembrar que não se trata de uma página criada agora, esse é o perfil pessoal dele, o qual mantém por vários anos.

Essa postura do prefeito interino mostra o quão abalada está sua base. Não é pra menos, pois, como já foi tratado aqui outrora, seu nome nem é cotado dentro do grupo político para uma nova eleição na cidade (relembre aqui).

Ah, e inelegível por 8 anos, Jadilson nem poderá mais se candidatar, nem seu vice.

As vindouras eleições em Mirinzal parecem que vão causar grande alvoroço na cidade. Os nomes das lideranças políticas que deram sustentação ao nome de Jadilson para prefeito estão praticamente todos impossibilitados de concorrer.

Nisso tudo, o jeito foi partir para o ataque nas redes sociais, é o que resta.


Publicidade:

Robert Willian Valporto

Robert Willian Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo; em Gestão Pública; pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação; MBA em Gestão Pública; Mestrando em Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *