Prefeito de Mirinzal usa canal oficial para atacar oposição; advogado responde!

O prefeito de Mirinzal, Jadilson Coelho, usou a página oficial da prefeitura para atacar um advogado do município que criticou sua atitude de querer parcelar o pagamento das férias dos professores, alegando falta de recursos para tal. Na postagem em rede oficial, o prefeito, que é professor e já foi tanto secretário de educação quanto vereador, parece ter baixado o nível e utilizado do canal para fins pessoais, não apenas esclarecer o problema.

Tudo começou com o anúncio feito pela esposa do prefeito, Kenize Coelho, que é secretária Municipal de Planejamento e Finanças, cargo anteriormente ocupado pelo sobrinho do prefeito, Halyson Coelho (na mesma gestão), dar conta de que a prefeitura não honraria com o pagamento integral das férias dos servidores da educação pública municipal (relembre aqui).

O advogado Armstrong Lemos, que é morador do município, fez críticas à falta de planejamento do prefeito que, mesmo colocando dois familiares na pasta das finanças, ocasionou tamanho descontrole financeiro a ponto de não poder honrar com o compromisso dos vencimentos daqueles servidores públicos municipais.

Aí, o prefeito [talvez por meio de outrem e certamente não na sua página oficial] utilizou a página da prefeitura para rebater a crítica. Veja a postagem, que pode ser considerada como crime de improbidade administrativa, abaixo:

Sem usar nenhum método ilegal, Armstrong Lemos respondeu aos ataques por meio de um vídeo publicado em sua rede social, onde novamente critica o prefeito pela falta de planejamento e diz que o mesmo tenta responsabilizar outros pelos erros por ele cometido, além de deixar claro que seu papel de oposição nada tem relação com fins políticos como insinua o prefeito.

Veja, abaixo, o vídeo publicado em uma rede social:

“Lutei ao lado dos professores por um seletivo justo para todos enquanto certos gestores quiseram fraudar. O jeito é tentar me colocar contra a classe inventando inverdades. Compreensivo, porém, desesperador de sua parte”, disse Armstrong ao AtéHoje. “O prefeito me atacou com mentiras por meio de página oficial de comunicação da Prefeitura de Mirinzal. Isso mostra a prepotência mansa daqueles que se arvoram de donos do patrimônio do povo. Um absurdo. Querem uma oposição calada. Querem ser soberanos. Em tempos de democracia, querem uma ditadura. Absurdo”, concluiu.

Robert Willian Valporto

Robert W. Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo e em Gestão Pública; pós-graduado em Gestão Pública; e pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *