Feminicídio: ex-marido ataca companheira por não aceitar término, em Mirinzal

Chocante. Assim pode ser considerada a tentativa de feminicídio que aconteceu nos últimos dias em Mirinzal. Sem aceitar o fim do relacionamento, o indivíduo identificado como Azael Lemos,, conhecido no município como Raiô, tentou contra a vida de sua ex-companheira, identificada como Valderez, conhecida na cidade como Vadoca.

Segundo familiares, ela havia estava há 14 dias separada do ex-marido, que não queria aceitar o término e ameaçou-a dizendo que, caso ficavasse com ele, não ficaria com mais ninguém – uma ameaça típica de homens que não aceitam o fim do relacionamento e tentam, sob pressão, mantê-lo.

Ainda segundo informações de familiares, quando Azael olhou ela em uma apresentação de um tambor, no bairro do Tungo da cidade, esperou até que ela fosse ao banheiro, onde agrediu-a fisicamente. Sem condições de voltar para a festa, Vadoca foi para casa e, ao chegar, foi surpreendida pelo elemento que cortou-a com vários golpes de facão, só não a matando porque seu filho estava lá e impediu ele de o fazer.

Vadoca ficou com várias marcas pelo corpo, frutos da violência do ex-marido. Nossa equipe foi procurada como um pedido de socorro, já que Azael estaria ameaçando a família que, mesmo que seja preso, só descansará quando tirar a vida de sua ex-companheira.

Sendo procurado pela polícia, Azael apareceu na ontem (03) à procura de Vadoca em sua casa e só não fez pior por ser denunciado por populares. Ele segue foragido.

Robert Willian Valporto

Robert W. Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo e em Gestão Pública; pós-graduado em Gestão Pública; e pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *