Porto Rico: prefeitura aterra parte de rio para fazer desvio de ponte quebrada

Com a maioria das pontes que ligam a sede de Porto Rico aos povoados não passa por manutenção, tem sido frequente o número de casos dessas pontes estarem quebrando, obrigando os moradores que passam diariamente por ali a fazerem, por si próprios, as manutenções ou apresentar outras soluções para o problema.

A questão é que, em muitos desses casos, a atuação dos moradores, às vezes a mando da própria prefeitura por meio de suas secretariais municipais, pode ser considerada como crime ambiental, já que chegam até a aterrar o rio para fazer desvios da ponte outrora quebrada.

Só que o caso da ponte do rio do Bom Jesus, quebrada, foi ainda pior. O secretário de Obras da Prefeitura de Porto Rico, identificado apenas como Martins, comandou um reparo que aterrou parte do rio que já está com o nível de água bem abaixo que em anos anteriores.

Nossa equipe tentou entrar em contato com a Prefeitura de Porto Rico para saber as medidas para resolver os problemas sem que agressões ao meio ambiente como essas acontecessem mas, como de costume, eles não retornam aos nossos contatos.

Robert Willian Valporto

Robert W. Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo e em Gestão Pública; pós-graduado em Gestão Pública; e pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *