Ameaçado, deputado Jean Wyllys decide não assumir novo mandato

Eleito pela terceira vez, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), informou na última quinta-feira (24) que irá abrir mão do cargo, por conta de ameaças de morte e decidiu deixar o país.

O único homossexual assumido no Congresso Nacional, Wyllys afirmou por meio de suas redes sociais que “preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores”, publicou. O deputado lutava pelas causas LGBT’s e minorias.

Segundo a assessoria do deputado, em uma entrevista ao G1, Jean Wyllys vinha sofrendo fortes ameaças desde a morte da vereadora Marielle Franco. Desde então, o parlamentar vem tomando medidas sérias de segurança.

A posse dos deputados federais eleitos nas últimas eleições, ocorrerá no dia 1º de fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *