Professor é acusado de assédio sexual e é afastado do Colun

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) afastou Francicarlos Veras Cardoso, professor de química do Colégio Universitario (Colun). Em uma Portaria, a reitora da UFMA, Nair Portela, determinou o afastamento por 120 dias diante de um processo administrativo que apura várias denúncias de assédio sexual por parte do professor.

Segundo alunos e ex-alunos o professor oferecia boas notas em troca de sexo para as alunas. Os casos teriam ocorrido até 2017, quando 15 alunas teriam denunciado o professor e pedido afastamento dele.

“Na minha sala, os alunos faziam uma ‘barreira’ de cadeiras na frente e as meninas sentavam atrás. Qualquer tipo de contato era evitado. A gente ia para a escola com medo e nos dias de aula dele era dia de pânico. Passar por ele no corredor era tortura”, contou uma aluna em uma postagem na internet.

Ex-alunos dizem ainda que foram reunidas provas, além de depoimentos orais e arquivos das conversas que o professor tinha com as vítimas. Nas redes sociais, um grupo composto por atuais e ex-alunos do Colun criou um movimento para que o Francicarlos não volte a dar aulas no colégio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *