Bolsonaro diz que democracia e liberdade só existem quando as Forças Armadas querem

Em cerimônia de formação de fuzileiros navais que aconteceu na manhã desta quinta-feira (7), no Rio de Janeiro, o presidente Jair Bolsonaro deu um pronunciamento de cerca de 4 minutos. Em seu discurso, cita o envolvimento que os militares têm com a democracia do país.

“A missão será cumprida ao lado das pessoas de bem do nosso Brasil. Daqueles que amam a pátria, daqueles que respeitam a família, daqueles que querem aproximação com países que têm ideologia semelhante à nossa, daqueles que amam a democracia. E isso, democracia e liberdade, só existe quando a sua respectiva Força Armada assim o quer”, assinalou o presidente.

Na ocasião, Jair Bolsonaro ainda mencionou a Reforma da Previdência, e pediu sacrifício dos militares. “O que eu quero aos senhores é sacrifício também. Entraremos sim, numa nova Previdência que atingirá os militares, mas não deixaremos de lado, não esqueceremos, as especificidades de cada força”, ressaltou Bolsonaro.

O evento foi o 211º aniversário do Corpo de Fuzileiros Navais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *