Presidente da Rússia assina lei que proíbe fake news e insultos à políticos no país

O presidente da Russia, Vladimir Putin reforçou o controle sobre a internet do país na última segunda-feira (08). Dois projetos de lei de censura foram assinados. Um deles proíbe a publicação de fake news, e o outro torna ilegal insultar autoridades públicas do país.

De acordo com a lei, os indivíduos podem ser multados e presos se publicarem material online que mostre “um claro desrespeito à sociedade, ao estado, aos símbolos oficiais da Federação Russa, à Constituição da Federação Russa e aos órgãos que exercem o poder estatal”. “Insultos contra o próprio Putin são agora legalmente passíveis de punição”. As sanções podem chegar a 300.000 rublos (4.700 dólares) e 15 dias de prisão.

Já o segundo projeto de lei submete sites que publicarem “informações socialmente importantes e não confiáveis” a multas de até 1,5 milhão de rublos (23 mil dólares).

O governo russo reforçou seu controle sobre a web no país. “Leis mais severas da Internet introduzidas nos últimos cinco anos exigem que os mecanismos de pesquisa excluam alguns resultados de pesquisa. Além disso, aplicativos de mensagens devem compartilhar sua criptografia com serviços de segurança e redes sociais para armazenar dados pessoais de usuários em servidores no país.”

Fonte: Olhar Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *