Após protesto em universidade, Bolsonaro cancela visita ao local

Nesta quarta-feira (27), os estudantes da Universidade Mackenzie, em São Paulo, protestaram contra a visita de Jair Bolsonaro no campus. Alunos afirmam que o presidente representa “avanço do extremismo político, do nacionalismo e da intolerância”e reprovam o apoio a comemoração do golpe militar de 1964.

O intuito da visita era acompanhar uma pesquisa sobre grafeno, material que conduz eletricidade e calor melhor do que qualquer outro, e reconhecido pelos cientistas como mais maleável.

De acordo com o setor de inteligência da Presidência, Bolsonaro foi aconselhado a suspender a ida ao local, já que havia informação sobre manifestações na Universidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *