Bolsonaro suspende horário de verão para 2019/2020

O governo Bolsonaro, por meio do porta-voz faz Presidência da República, anunciou na tarde desta sexta-feira (05), a suspensão do horário brasileiro de verão para o ano de 2019. O Presidente já havia falado sobre isso na manhã, durante café com a presença de jornalistas.

Segundo Otávio Rêgo Barros, que é o porta-voz da Presidência, essa medida está estabelecida, inicialmente, para o ano de 2019. Os próximos anos serão estudados posteriormente, afirmou.

De acordo com Rêgo Barros, o Ministério de Minas e Energia fez uma pesquisa segundo a qual 53% dos entrevistados pediram o fim do horário de verão.  Pouco depois do informe oficial, Bolsonaro publicou uma mensagem sobre o assunto em uma rede social: 

“Após estudos técnicos que apontam para a eliminação dos benefícios por conta de fatores como iluminação mais eficiente, evolução das posses, aumento do consumo de energia e mudança de hábitos da população, decidimos que não haverá Horário de Verão na temporada 2019/2020.” 

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, o Brasil economizou pelo menos R$ 1,4 bilhão desde 2010 por adotar o horário de verão. Segundo os números já divulgados, entre 2010 e 2014, o aproveitamento da luz do sol resultou em economia de R$ 835 milhões para os consumidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *