Chuvas no Maranhão: cresce para 24 o número de cidades em situação de emergência

Nesta segunda-feira (15), o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), comunicou que subiu para 24 o número de municípios maranhenses que estão em situação de emergência e enviaram decreto para conhecimento da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil.

Alguns municípios já tiveram a situação de emergência confirmada pelos órgãos estaduais, passando a receber assistência do Governo Federal. Outras 17 cidades e regiões que também foram afetadas, estão sendo monitoradas pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Maranhão.

As cidades que estão em situação de emergência são:

  • Santo Amaro
  • Santa Helena
  • Boa Vista do Gurupi
  • Itaipava do Grajaú
  • Formosa da Serra Negra
  • Barão do Grajaú
  • Nina Rodrigues
  • Sítio Novo
  • Icatu
  • Alto Alegre do Pindaré
  • Paço do Lumiar
  • Araioses
  • São José de Ribamar
  • Timon
  • Conceição do Lago Açu
  • Imperatriz
  • Pinheiro
  • Araguanã
  • Turilândia
  • Tutóia
  • Carutapera
  • Luís Domingues
  • Presidente Sarney
  • Pindaré Mirim

Codó é uma das cidades que está na lista de áreas de risco, segundo o Corpo de Bombeiros. A cidade é cortada pelo Rio Itapecuru, que atualmente atinge os 7 metros, sendo que o nível aceito pela Defesa Civil é de 6,80 metros. O rio coloca centenas de pessoas em risco de alagamentos e inundações, 15 famílias foram instruídas a sair de suas moradias para evitar futuros acidentes.

Em Imperatriz, aproximadamente 700 famílias foram atingidas pelas inundações causadas pela chuva, segundo a Defesa Civil Estadual, e 200 estão desabrigadas. Os bombeiros montaram barracas para abrigarem as famílias e ainda instalaram um posto de saúde em acampamento para atender a comunidade ribeirinha.

Com a cheia do rio Pindaré na última semana, a cidade de Pindaré-Mirim decretou situação de emergência após 1013 moradores ficarem desabrigados e 96 desalojados.

A situação é mais grave em Santa Helena, onde a Cruz Vermelha visitou no último final de semana 11 abrigos. A cheia do rio Turiaçu quase encobriu as casas e deixou aproximadamente 8 mil pessoas desalojadas ou desabrigadas na cidade.

AJUDA HUMANITÁRIA

A Cruz Vermelha está recebendo doações de água potável, colchões, roupas, alimentos não-perecíveis e itens básicos de higiene por todo o Maranhão.

É possível contribuir levando doações à sede da Cruz Vermelha Brasileira na Avenida Getúlio Vargas, 47, Monte Castelo, São Luís. Para tirar dúvidas, também é possível ligar nos números 3249-9712, 99136-7276 e 98145-3700.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *