“Sintonia”, série brasileira dirigida por Kondzilla, está disponível na Netflix

Tráfico de drogas, funk e religião, são alguns dos temas abordados pela nova série original da Netflix, “Sintonia”, que foi dirigida e idealizada por Konrad Dantas, o Kondilla, criador do sexto maior canal no Youtube do mundo.

A trama conta a história de três jovens amigos, Doni (MC Jottapê), Rita (Bruna Mascarenhas) e Nando (Christian Malheiros), que cresceram juntos na periferia de São Paulo e tentam conciliar seus sonhos e sua amizade.  

A jornada do trio é retratada em seis episódios, que embora seja ficcional, busca representar com fidedignidade as cenas do cotidiano das favelas brasileiras. A história dos personagens foi inspirada na vida do videomaker Kondzilla, que cresceu em uma favela do Guarujá (litoral paulista) e ainda adolescente, teve a ideia de falar sobre as pessoas com quem convivia.

Hoje, com 30 anos, é dono de uma das maiores produtoras de vídeo do Brasil e soma inúmeros hits de funk em seu canal, que possui mais de 50 milhões de inscritos.  

Apesar do cenário comum nas narrativas audiovisuais brasileiras, a trama traz uma série de novidades que podem intrigar os espectadores. Uma delas são as falas carregada de gírias comuns nas favelas de São Paulo, o que garante uma representação fiel da linguagem utilizada pelos jovens dessa região. Outro fato curioso é a participação de ex-presidiários no casting, que passaram por oficinas de atuação em um presídio de Guarulhos (SP) 

Com trilha sonora original, composta pelo próprio Kondzilla, a primeira temporada completa de “Sintonia” já está disponível. Para acessar, basta procurar na plataforma da Netflix e assistir a série. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *