Bolsonaro recua e mantém Mandetta na Saúde

Após a decisão de demitir o ministro da Saúde, Fernando Mandetta, o presidente Bolsonaro recuou e, no fim da tarde desta sexta-feira (06), publicou nas redes sociais que o mantém na pasta.

A medida foi tomada após uma série de críticas e ataques ao presidente nas redes sociais, haja vista o reconhecimento nacional do trabalho do Ministro da Saúde no enfretamento à pandemia do coronavírus por todo o país.

Segundo informações privilegiadas, há ainda outro motivo pelo qual o Presidente da República manteve Mandetta no cargo: o fato do Ministro ser uma indicação do partido do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), que tem o impeachment do presidente debaixo do braço.

Segundo informações da revista Veja, Bolsonaro foi convencido por militares, como os ministros Walter Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Governo), de que a melhor decisão seria manter o ministro por enquanto.

Robert Willian Valporto

Robert Willian Valporto é graduado em Comunicação Social - Jornalismo; em Gestão Pública; pós-graduado em Assessoria e Gestão da Comunicação; MBA em Gestão Pública; Mestrando em Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *