Após testes positivos de vacina contra covid-19 empresas anunciam produção de 1,2 bilhão de doses

Na última quarta-feira (1), a empresa farmacêutica norte-americana, Pftizer e a empresa de biotecnologia BioNTech, anunciaram que estão dando os primeiros passos na produção de uma das vacinas contra o Coronavírus (covid-19).

A etapa inicial dos testes, apresentou resultados positivos, ao estimular a produção de anticorpos em testes realizados com voluntários humanos.

Entre os dias 4 de maio e 19 de junho, nos Estados Unidos, o método foi testado em um grupo com 45 humanos saudáveis, na faixa etária de 18 a 55 anos. Eles foram divididos e receberam três diferentes concentrações da dose (10, 30 e 100 microgramas) e 9 dos voluntários, receberam placebo em duas doses, com pausa de três semanas.

Resultado dos testes da vacina

De acordo com a empresa de biotecnologia, foi observado que após 28 dias, os voluntários que receberam duas doses da concentração, apresentaram maiores níveis de anticorpos em comparação aos outros que já estavam em recuperação. E mais da metade dos pacientes que receberam a dosagem com nível maior, de 100 microgramas, tiveram efeitos colaterais, bem como, dor no local da injeção e febre.

Após bons resultados, o estudo prosseguirá para as seguintes fases, com os testes clínicos. Ainda há questionamentos entre os cientistas sobre a eficácia da vacina contra o vírus.

Caso a conclusão do método seja capaz de gerar imunidade, a meta das empresas Pftizer e BioNTech, é produzir 100 milhões de doses até o final de 2020 e 1,2 bilhão durante o ano de 2021.

FONTE: Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *