Polícia Civil realiza busca e apreensão em imóveis de Abdon Murad

Nesta sexta-feira (10), a Polícia Civil do Maranhão (PC/MA), informou que a Operação Ramsés, deflagrou um esquema de fraude financeira, o qual pode ser considerado, um dos maiores do país. Supostamente, liderado pelo médico cirurgião, Abdon Murad, de 38 anos.

O total de movimentações bancárias têm um valor maior que R$ 500 milhões.

A Operação, cumpriu três mandados de busca e apreensão, em dois apartamentos do médico, localizados na Península da Ponta D’areia.

Na ação, foram apreendidos documentos, Ipads, CPUs e notebooks. Abdon Murad, é suspeito de cometer estelionato, crime contra a economia popular e possível associação criminosa.

Operação Ramsés

Segundo a Polícia, as investigações da Operação Ramsés, tem o objetivo de descobrir a autoria e materialidade do esquema.

A investigação corre há 8 meses, após várias vítimas serem lesadas, como promotores, delegados, empresários, juízes e médicos.

Segundo o delegado Márcio Dominic, o médico Abdon Murad, é suspeito de liderar o esquema de pirâmide

Histórico do esquema de fraude financeira

No ano de 2017, o empresário e político, Murad Júnior, fundou a empresa Abdon Murad Junior Participações e Empreendimentos, que de acordo com a consulta do CNPJ, feita pela Receita Federal, a empresa tem o nome fantasma de AMJ Participações.

Segundo as investigações, o cirurgião, prometeu lucros de até 15% ao mês, em cima de aportes financeiros, supostamente, adquiridos com investimentos em fundos internacionais, Bolsa de Valores e com vários imóveis.

O médico costumava formalizar contratos e dar cheques com valores de R$470 mil, R$ 600 mil e R$ 800 mil, para dar garantia ao que foi prometido às vítimas. No entanto, os cheques eram suspendidos ou não tinham fundos.

No início do ano de 2019, os atrasos nos pagamentos começaram e surgiram justificativas, como, problemas em operações no exterior, lentidão para repatriar recursos de fora, e recentemente, a pandemia do Coronavírus (covid-19).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *