Madrasta é presa por suspeita de envenenar enteada para ficar com herança de R$ 800 mil

Uma mulher identificada como Jaira Gonçalves de Arruda, 42 anos, foi presa em Cuiabá, na última segunda-feira (9), suspeita de matar sua enteada envenenada, uma criança de 11 anos. De acordo com informações da Polícia Civil, Jaira teria cometido o crime para ficar com a herança de R$ 800 mil da menina.

Ler mais